Caros visitantes!
Antes do mais, queremos desde já agradecer a vossa participação.
A administração do lemenheblogspot, pretende deixar aqui bem claro, que o que pretendemos com este “blog”, é que tenham este “cantinho” disponível, para manifestarem a vossa opinião e visão sobre algumas das situações mais criticas de Lemenhe. Da mesma forma, um dos nossos principais objectivos, é que seja possível chegar até vós, a informação das mais graves situações, que por vezes, vos possam passar despercebidas mas que sucedem na nossa freguesia.Não pretendemos com este “blog”, atacar ou defender alguém em especial... como se costuma dizer, “não nos dói a barriga por ninguém”! Solicitamos apenas, que procurem não se excederem em demasia... utilizar o “blog” para maltratar alguém em especial, é de longe por nós punível com a remoção do comentário . A sobrevivência do “blog” depende apenas de todos nós e das nossas opiniões... Se queremos, ou querem continuar com este pequeno espaço, local em que permite que possam manifestar a vossa opinião, procurem utilizar o mesmo, com consciência.Desde já reiteramos os nossos agradecimentos.
administracaobloglemenhe
              Testamento do Judas Lemenhe 2016
                 ( in Opinião Pública 04 julho 2013)

Depois de muita “ luta ” o Jardim de Infância está de regresso a Lemenhe.

Esta será a nossa nova casa.



Como era do conhecimento público, o jardim de infância desta freguesia foi obrigado a mudar-se para Mouquim por falta de segurança nas instalações exteriores, pois já tinha ocorrido um acidente o qual poderia ter sido muito mais grave.
A Câmara Municipal ainda colocou a hipótese de fazer algumas obras, mas depois de uma vistoria chegou à conclusão em que o valor era muito elevado e tinha de fazer obras no edifício praticamente no todo, pois é uma escola centenária e sempre que fizeram obras, foram de cosmética e não de fundo.
Porque não a escola da aldeia nova como constava na carta educativa?
Ai entrava o problema mais uma vez das obras, a escola não tem condições para jardim de infância e o Município não tem dinheiro para um projecto e obra nova em que, anos mais tarde pode não ser ocupado, derivado a falta de crianças como já se verifica em várias freguesias…foi o que foi dito!
Então por vontade dos autarcas ficava em Mouquim a título definitivo, o que não agradava à associação de pais nem a totalidade dos pais, pois somos vistos como estrangeiros…lá!
A associação de pais da escolinha  teve conhecimento deste processo pediu várias reuniões a quem de direito a onde apresentou a possibilidade de se ocupar as instalações abandonadas da APPACDM existentes nesta freguesia.
Houve então uma visita às instalações e verificou-se que é uma pena estarem sem uso e com ótimas condições.
Finalmente chegou a boa noticia, em breve será feita a transferência para estas instalações para que se possa iniciar o próximo ano lectivo já aqui.
Foi uma grande luta por parte da associação de pais, que nunca desistiu, e em particular da presidente.        


Já foi inaugurado o Centro Escolar do Louro e Mouquim, e agora também de Lemenhe.


Como toda a gente sabe, fomos “empurrados” para lá por imposição da Câmara e contra a vontade dos pais e da maioria dos Lemenhenses, foi pena naquele lindo dia 15 de Abril 2013 já em plena primavera  o agricultor que reside ao lado, não perfumasse o seu campo e assim ajudar à festa, ou foi avisado?
É sem dúvida uma escola linda, com recreios enooormes!- pois são cento e tal alunos que ali estão, e nesta idade têm de praticar ginástica não é?…
São tantos que o refeitório não chega para todos, e por causa disso os alunos do Louro não almoçam na escola, vão fora, ou será as refeições da Eureste só servem para os de Mouquim e Lemenhe?
Mas pronto temos de nos contentar com o pouco que ainda temos…mas uma coisa é certa.
Se não fosse a associação de pais da pré primária até essa já tinha ido para Mouquim e dai como de costume, para o Louro.
 Irá… mas esperemos que não seja para Já.

 Reparem na categoria desta foto, do lado direito porra ... será uma montagem.


















Foto: António Freitas | CMVNF
Para os curiosos cá fica o vídeo da inauguração da Famatv que rola na Internet.
O titulo do vídeo, crianças unidas, já quer dizer alguma coisa não…. 


Já é oficial o fecho da Escola EB1 de Aldeia Nova de Lemenhe.


Como já era de esperar, e depois de esgotados quase todos os argumentos por parte dos pais para manter a escola aberta, eis que aparece a DREN a invocar razões de segurança para o seu encerramento entre outras razões!
Pena é, que só agora, a escassos dias do começo das aulas, se lembrassem de fazer uma vistoria a pedido sabe-se lá de quem!
Toda a gente sabe, que este processo de transferência dos alunos de Lemenhe para o Louro, nunca foi muito transparente por parte da Câmara Municipal, e para salvaguardar a sua pele e apouco tempo das eleições, aparece agora a DREN a defender o fecho da mesma, uma entidade que nunca se preocupou com a segurança da escola durante a sua vida, pois até penedos existiam no recreio e nunca se preocupou com a segurança das crianças!
Mas a culpa não morre solteira, houve pessoas na associação de pais da escola que tudo fizeram para que isto se tornasse possível.
Para muita gente desta freguesia é mais importante o Greculeme ter uma sede, duque que ter uma escola na freguesia.
Sabe-mos que os alunos não são assim tantos, mas temos freguesias na mesma situação e as escolas mantêm-se.
Vamos ver o que vai ser a seguir!...

Confraria de Nossa Senhora do Carmo, inaugurou o seu Museu

Foi inaugurado no dia 8 de Julho na casa dos Juízes junto ao Santuário de Nossa Senhora do Carmo, o Museu da Confraria.
Este Museu, surgiu do facto de se ” tornar imprescindível a reparação e conservação de documentos, paramentos litúrgicos, opas, toalhas de altar, arte sacra e ex-votos que, se estavam a deteriorar com o tempo e a humidade”.
A cerimónia, foi presidida, pelo Arcipreste de V. N. Famalicão, o P. Mário Martins, que, juntamente com o Vice-Presidente da Câmara de V. N. Famalicão, Dr. Paulo Cunha.
Depois de uma visita guiada ao mesmo, onde é possível contemplar e conhecer o rico espólio que a Confraria ou Irmandade de Nossa Senhora do Carmo foi adquirindo ao longo da sua história, desde o século XVII até aos dias de hoje.
O Museu pode ser visitado aos domingos ou com marcação prévia á confraria. 




Video mau tempo em Lemenhe na zona nascente.
SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DO CARMO EM LEMENHE, UNICO SANTUÁRIO MARIANO DO CONCELHO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO.


Lenda da imagem de Nossa Senhora do Carmo

Um dia um caminhante que ia para Braga, viu uma imagem num penedo. Pegou nela e meteu-a num saco. Quando ia em Tebosa, como já era de noite, deitou-se e adormeceu. De manhã acordou e decidiu abrir o saco. Abriu-o e não estava lá a imagem. Regressou, então ao local onde a onde a encontrou em Lemenhe, e contou aos habitantes o sucedido. Eles ouviram a história e disseram que era um milagre. A imagem estava no Monte da Água Levada onde o homem a tinha encontrado. Decidiram fazer uma capela para a imagem, mas como o Monte da Água Levada não era o mais alto decidiram-se por um local mais alto a cerca de 100 metros do actual, chamado alto da Vela. Sempre que punham a imagem nessa pequena capelinha , ela desaparecia e voltava para o sítio onde tinha aparecido a primeira vez. Os habitantes diziam que ela queria ficar no sítio onde o passageiro a tinha encontrado. Decidiram, então, fazer a uma nova capela nesse local, onde se encontra actualmente.

A festa em honra da Senhora do Carmo acontece todos os anos no dia 16 de julho ou no domingo seguinte.
Irmandade de Nossa Senhora do Carmo de Lemenhe é cooperante da turel.
visite em:
http://www.turismoreligioso.org
Irmandades e Confrarias
Um Pouco do Historial da Freguesia de Lemenhe
O topónimo Lemenhe denuncia a antiguidade da freguesia. Que deriva da palavra árabe "Lamenhi", que quer dizer "De quem é?". Pensa-se que naqueles tempos de mouros e guerras não se sabia muito bem a quem pertencia este bocado de terra. No entanto, um documento de 1059 refere que a freguesia pertencia ao Julgado de Vermoim e que tinha um mosteiro, um considerável número de habitantes e igrejas, que provavam a fé das gentes. Mas um dos factos mais marcantes da história da freguesia sucedeu em meados de 1874. No dia 13 de Junho abateram-se sobre a povoação fortes trovoadas que provocaram grandes estragos. Pinho Leal, um escritor da altura, conta como foi: "Desmantelou muitos moinhos e engenhos... varreu as sementeiras dos campos, abrindo nelas profundas escavações; afogou algum gado e um homem. Não há memória de outro semelhante temporal.
Tendo lido recentemente num livro da autoria do barcelense Manuel Luis Lomba - FARIA - TERRA MAE DA NACIONALIDADE - uma referencia a Lemenhe, a proposito de uma batalha que decorreu num povoado chamado PRADOSO, em que foi protagonista o rei Garcia (rei da Galiza de Portucale). Isto, no sec. XI, portanto, muito tempo antes antes da fundaçao da nacionalidade. Esse povoado, segundo o autor situava-se onde hoje fica Lemenhe.
Lemenhe tem uma área de 299 hectares 1427 habitantes segundo os censos 2001 e 421 Habitações, faz fronteira com as freguesias de Nine, Viatodos, Mouquim, Louro e Jesufrei.
Estes moinhos fazem parte do património desta terra e estão no lugar de paredes nesta freguesia, foram restaurados, e um deles está em prefeito estado de funcionamento.

Clique Aqui! Para Ver o Moinho a 3 Dimensões
Hoje deixamos aqui mais um pouco da história da nossa freguesia.
Como é de conhecimento de poucos, da existência de uns moinhos de vento no alto do monte de nossa senhora do Carmo, cá deixamos uma foto dos mesmos, foto do ano 1900 "tirada" por um senhor que habitou nessa altura na quinta do chouso.

Confraria embeleza Santuário da Senhora do Carmo.
Obras já realizadas custaram mais de 10 mil euros.















Os novos responsáveis pela Confraria de Nossa Senhora do Carmo estão a levar a efeito um conjunto de intervenções que visam valorizar esteticamente o Santuário de Lemenhe. Os mordomos tomaram posse em Setembro do ano passado e têm procurado levar a efeito várias acções de melhoramento do espaço.
“Queremos pôr isto o mais bonito possível para atrair as pessoas e acabar com a cripta, principalmente a parte de fora”, aponta o juiz da Confraria, José Manuel Oliveira, que conta com o auxílio de Agostinho Araújo, o secretário, e do tesoureiro António Rodrigues.
As intervenções têm sido feitas, essencialmente, no parque que circunda o Santuário de Nossa Senhora do Carmo. Além de fazer dois novos muros em pedra, foram limpos todos os muros já existentes por forma a dar-lhes um aspecto rústico uniforme. Os jardins também foram arranjados e as árvores reordenadas, com a substituição de umas e a plantação de novas, nomeadamente oliveiras, plátanos e tílias. Foi também limpo um espaço situado ao lado da cripta, que era “um autêntico matagal” e que vai agora ser transformado em jardim. Para estes trabalhos de limpeza e ajardinamento, a Confraria tem contado com a “importante” ajuda da Câmara Municipal, através do departamento de Ambiente.
Os mordomos já colocaram também paralelo nas duas entradas para a cripta; colocaram varões em inox nas escadas principais do Santuário; criaram um nicho para colocar a imagem de Nossa Senhora do Carmo (oferecida por um benfeitor da freguesia) junto ao fontanário; e restauraram totalmente o espaço da quermesse, onde aos fins-de-semana de Verão funciona uma tômbola.
Em execução está a reabilitação do cruzeiro. Foi lavado e vai ser revestido de novo, além de que todo o espaço envolvente será igualmente arranjado, com plantação de árvores e relva.
Ao todo, estes trabalhos que a Confraria de Nossa Senhora do Carmo já realizou desde Setembro representam um investimento na ordem dos 10 mil euros. “Temos tentado fazer o nosso melhor, o tempo também ainda não é demais. Temos vários projectos à nossa frente e temos vontade de os fazer, mas nem sempre é fácil e viemos para cá numa altura com bastantes dificuldades económicas, mas vamos tentar fazer o nosso melhor”, aponta José Manuel Oliveira.
Continuar a cripta
Os projectos não se ficam, portanto, por aqui. Estão a programar fazer ainda mais um muro para segurar o parque de estacionamento e colocar aí paralelo. Está também nos seus objectivos colocar janelas na sala do Santuário, oferecidas por um benfeitor local, e ainda implantar uma cruz em inox na torre da capela, que vai também ser uma oferta. Aliás, o juiz da Confraria sublinha que “a população tem estado aberta a colaborar”. “As ajudas que temos tido é a caixa das esmolas, pessoas da freguesia e de fora que nos têm dada boas contribuições. Conjuntamente com os meus colegas temos batido a algumas portas e temos sido muito bem recebidos”, conta.
Agora os trabalhos vão parar um pouco para que a Confraria – que conta com cerca de três mil irmãos – comece a preparar a festa em honra de Nossa Senhora do Carmo, agendada para 22 de Julho. Depois disso, as preocupações vão virar-se para a cripta do Santuário, que ainda não está concluída. O seu exterior ainda está em cimento e querem forrá-la toda a pedra para condizer com o recinto. Mas as decisões finais só serão tomadas depois de terem a ajuda de um arquitecto, que lhes dirá “por onde pegar”.
Fotos bloglemenhe Magda Ferreira
«in OPINIÃO PÚBLICA 03/05/2007»

O Agrupamento de Escuteiros nº 311 de Lemenhe, e "do Núcleo V. N. de Famalicão, tem o total de 49 elementos."

Olá Lemenhenses. O Agrupamento de Escuteiros de Lemenhe é um movimento religioso, e responsável por uma grande parte de juventude e crianças, da nossa terra. Ao longo do ano temos varias actividades não só na igreja como na natureza. Passeio de bicicletas, dia da árvore, dia das Mães, cantar as janeiras e muitos outros trabalhos das secções e Agrupamento. As secções trabalham semanalmente com os seus responsáveis (Chefes)Todas as Quintas-feiras há reunião de chefes e responsáveis de secções. No terceiro Domingo de cada mês temos a nossa missa de piedade, (missa fardada) é sem duvida um convite a todos a participar nestas missas, porque são participadas com Escuteiros, familiares, amigos, cantamos com o nosso grupo Coral, com músicas alegres que nos fazem sentir mais felizes e unidos. Estamos sempre a disposição de ajudar sempre a nossa terra Lemenhe como as associações. Deixo um apelo aos responsáveis de Educação, para deixarem os seus filhos a ser Escuteiros, é uma forma de ocupar os tempos livres e também aprendem ajudar e trabalhar com outras crianças e jovens. Chefe de Agrupamento, «Maria do Carmo» Chefe Assistente, «Sr. Padre Domingos» Para qualquer informação ou assunto estamos sempre ao sábado a partis das 16 Horas na Cede de Escuteiros que situa no Centro Pastoral de Lemenhe ou pelo Telef. 252311276. Sempre Alerta e a servir.

Jose Carvalho (Ex-Chefe)

"Clube de Pesca Desportiva de Lemenhe(C.P.D.L.), Fundado a 21-10-2001, com sede na rua da Lamela (situada num anexo por baixo da junta de freguesia)."

Caros Amigos, Lemenhenses!Antes de iniciar um texto resumo, tentando descrever qual a situação actual do C.P.D.L., quero desde já agradecer a cedência deste espaço, o qual pretendo utilizar, para apresentar toda a informação possível sobre o que se sucede no C.P.D.L.. O (C.P.D.L.) “Clube de Pesca Desportiva de Lemenhe”, neste momento, soma 63 associados, dos quais, sensivelmente 10 é que são verdadeiros pescadores afeiçoados à modalidade, tendo os demais apenas como simpatizantes. Com este número de pescadores, quanto a nós um pouco reduzido, vamos conforme as possibilidades levando o nome “Lemenhe” além fronteiras.É evidente, que para quem não visita o clube, o qual está desde já convidado a fazer, talvez não faça a mínima ideia das actividades que desenvolvemos, que neste momento, apesar de sermos em número reduzido, já são consideráveis. Lamento ler afirmações como vi em outro post, afirmando que o GRECULEME, o qual respeito, como de igual modo o Sr. Juca, levou o nome de Lemenhe além fronteiras mais do que todas as associações ou movimentos da freguesia juntas. Estas afirmações, são por mim, no mínimo injustas e, na minha opinião, qualquer membro que trabalha em prol de alguma associação ou movimento da freguesia, não pode nem deve dar grande atenção a este tipo de afirmações (garanto que o próprio Sr. Juca, censura este tipo de afirmações).O C.P.D.L., neste momento, desenvolve as seguintes actividades.Organiza 3 campeonatos internos:- Campeonato Interno de pesca à Truta com amostra- Campeonato Interno de pesca à bóia em águas interiores- Campeonato de Surf-Casting (pesca de costa no mar)Organiza o “Trofeu 24 horas de Pesca”, dois a três convívios para os associados, alargando a participação a familiares e nomeadamente aos seus patrocinadores.Elabora o CPDLjornal e participa activamente na maior e melhor revista nacional de pesca, designada, “O Mundo da Pesca”. Participa activamente com 2 associados no maior e melhor site de pesca nacional, designado, pescaemportugal.pt. Colabora com várias identidades competentes relacionadas com a pesca desportiva, nomeadamente com a FPDP (Federação de Pesca Desportiva Portuguesa), EFSA (European Federation of Sea Anglers). Participa em eventos para o qual é convidado, dos quais para quem desconhece, já participou em Peniche, Castro Daire, Lisboa, etc. Participa em provas externas, das quais, já alcançou um 5º e um 7º lugar, para quem não está dentro da matéria, é de facto uma classificação excelente.Estamos a adquirir, uma já extensa, bibliografia de pesca. Temos uma série de DVD´s e cassetes VHS, para ajudar os pescadores na sua formação da parte prática.Conta já com alguns pescadores a praticar o Catch&Release ou o “No Kill”, que consiste em pescar e libertar. Possui algum material de pesca, disponível para os associados. Promove a prática da pesca desportiva e zela incontestavelmente, pelo meio ambiente.Contactos:Rua da Lamela n.º314775 – 409 Lemenhe Presidente: Tiago Ferreira - 965698164 Secretário: Manuel Ferreira - 967094483 Tesoureiro: Joaquim Costa - 919139784 Ao vosso dispor, para o esclarecimento de qualquer dúvida. http://cpdlemenhe.blogspot.com/